Madrid

Quem acompanha o insta do blog, sabe que o Divalogia passou uns dias em Madrid. Embora o post esteja meio atrasado, o que vale é a intenção. Então, demorei, mas irei dividir com vocês como foi a minha experiência na capital espanhola!

Teoricamente, foram 10 dias, mas também visitei outras cidades (Córdoba e Sevilla – conto mais sobre elas em outro post).Para conhecer Madrid, acho que 5 dias são suficientes. Antes de tudo, para quem está pensando em viajar para qualquer outro país, seguro viagem é muito importante. Visto isso, podemos seguir para a acomodação. Eu fiquei em um Airbnb, no bairro de Malasña e amei. O apartamento era pequeno, mas aconchegante, limpo, todo reformado, bem equipado, e o melhor de tudo, ficava a uns 5 minutos da famosa Gran Via.

Particularmente, eu amei Malasaña. Próximo de tudo, vida noturna bem agitada, com bastante comércio (detalhe: tinha uma loja da Make Up Forever. Amamos: sim ou claro? – Depois farei post sobre os batons que comprei lá). O Cafe de la Luz também fica no bairro, e além de ser uma gracinha, é ótimo para tomar aquele café da manhã. Para fazer comprinhas, a Calle Fuencarral tem várias marcas locais e internacionais também, tanto de vestuário, como de maquiagem (MAC, Urban Decay, NYX…). Só não achei os preços muito vantajosos. Ah! E tem o mercado de San Ildefonso, que é um mercado gastronômico. Confesso que fiquei um pouco confusa e demorei um pouco para me adaptar ao sistema espanhol de atendimento em bares e nos mercados, e toda a questão dos tapas. Não diria que é ruim, só é diferente do que estamos acostumados por aqui.

Malasaña
Cafe de la Luz
Calle Fuencarral
Mercado San Ildefonso
Mercado San Idelfonso
Mercado San Idelfonso
Mercado San Idelfonso

Nesses dias que fiquei em Madrid visitei o Museu do Prado, o Reina Sofia, Parque El Retiro, Mercado San Miguel, Templo de Debod, feira El Rastro, Catedral de la Almudena, Palácio Real de Madrid, Puerta Del Sol, Plaza Mayor e a Plaza de Toros. Pelo menos, é tudo que eu consigo me lembrar, depois de tantas sangrias e vinho branco. Para apreciar um vinhozinho e uns tapas, recomendo o Museo del Jamón e o bar Stop Madrid.

Templo de Debod
Catedral de la Almudena
Palácio Real de Madrid
Mercado San Miguel
Mercado San Miguel
Mercado San Miguel
Mercado San Miguel
Mercado San Miguel
Mercado San Miguel

 

 

Parque El Retiro
Puerta Del Sol
Museo Reina Sofía
Plaza de Toros

Entre esses dias na capital espanhola, tirei um para conhecer Toledo. Cidade-labirinto medieval linda, que fica a uns 30 minutos de Madrid, indo de trem. Vale muito a pena a visita. Mas preparem os joelhos e pés para subir e descer ladeiras o dia inteiro 🙂

Chegando na cidade, o ideal é comprar a Pulseira turística, que te dá direito de visitar 7 pontos turísticos de Toledo, custou 9 Euros. Só não estava incluído a Catedral de Toledo, que custou 10, mas valeu cada euro de tão linda.

Toledo
Toledo
Toledo
Toledo
Toledo
Toledo
Toledo
Toledo
Toledo

Esse foi só o primeiro post da viagem! Pretendo fazer um sobre Córdoba e Sevilla, e outro para as comprinhas.

Curtiram?!

O que vem por aí

Oi gente!
Desculpa o sumiço!
Fiz uma viagem incrível de 3 semanas, o que me impossibilitou de escrever pro blog, mas estamos de volta e vim trazer as novidades dos posts que vem por aí

Vamos falar de maquiagem! Não é novidade que as criadoras do blog amam make né? E veio novidade dos States! Vamos falar nos próximos posts da paleta da Jaclyn Hill junto com a Morphe Brushes! E vou contar o que achei da loja deles lá em Los Angeles.
Também vamos falar de batons ousados como Dirty Money e Androgeny do Jefree Star!!!!!!!

Além disso, quero compartilhar algumas coisas da viagem que fiz, pros Estados Unidos, então vem posts beeeem americans por aí

Espero que estejam animados pra reta final desse ano, eu sei que eu to! Nem acredito como esse ano passou rápido.

Aguardem que vem posts aí e muito mais novidades do Divalogia

Beijoooooooooos

Frederico Elboni

Olá!
Venho hoje trazer mais uma recomendação Youtubística!
Muita gente já deve conhecer esse rapaz bonito e inteligente, mas venho apresentar Frederico Elboni.
Quem me apresentou o canal dele foi minha amiga Thaise, que escreve pro blog também, e a pressão desse post é grande, pois além dela ser super fã dele, ele ainda é escritor. E sei que as chances dele ler isso são pequenas mas vai saber….. Fred, se você estiver lendo isso, um beijo grande pra você. Esse post foi feito com carinho.
Mas Nat? Sobre o que esse menino fala?
Então, o Fred fala sobre diversos assuntos como: relacionamentos, pessoas, crônicas, homens, mulheres…um monte de coisa.
Assistindo a alguns vídeos dele nesta semana escolhi alguns preferidos para postar aqui.

Esse eu assisti novamente e precisei vir postar sobre ele, porque o cara é bom. Além de muito inteligente, sinto que ele consegue passar exatamente a mensagem que ele quer passar em seus vídeos.

Nesse outro vídeo ele fala sobre uma menina que dá em cima dele e ele não quis nada com ela, e por isso ela achou que ele fosse gay. Adoro que ele problematiza esse fato de forma bem natural e didática, dizendo que não há problema algum em ser gay, em primeiro lugar. E mais, só porque ele é homem significa que ele tem que “comer todas”? Isso é maravilhoso!

O bacana do Youtube é dar a chance de pessoas como o Fred de terem um canal e poderem comunicar esse tipo de coisa para o público. Como ele mesmo fala nesse vídeo, ele já está resolvido com a sexualidade dele etc, mas muitos meninos mais novos ou meninas deixam de fazer atividades relacionadas a arte etc por medo de serem rotulados de gay etc, mas, se forem gays de fato isso não é demérito algum.

Vale a pena pensar.

Além do canal, o Fred já lançou livros também, os quais infelizmente não tive ainda a chance de comprar e ler. Mas quando acontecer farei minha crítica aqui com certeza.

A geração das autoras desse blog não teve Youtube na adolescência , e sinceramente, adoraria ter tido!
Talvez teria entrado em contato com tantas outras coisas e pessoas, além do mundinho e da bolha que vivíamos.

Fica a minha recomendação da semana: https://www.youtube.com/channel/UCoIZHt3m3j-25IS64HjQUVA

Não deixem de acompanhar o blog, e se inscrevam no canal do Fred!

Bjos e como ele mesmo diz, espero que tenham dado um sorriso ou dois.

Dia dos Namorados?

Olá pessoal!
Bom, nesta segunda feira passada foi o dia dos namorados brasileiro. Sim, digo brasileiro porque no mundo todo esse dia é comemorado dia 14 de fevereiro, que inclusive é o meu aniversário. Sim, nasci no dia mais romântico do ano!
Mas estamos em terras brasileiras então vamos lá.
Eu por exemplo passei este dia all by myself. Literalmente. Sem namorado, sem ficante, sem peguete…pra não dizer que não peguei nada eu peguei um resfriado. Por isso não posso fazer aquele “não pego ninguém, nem resfriado”.
Brincadeiras a parte, eu to de boa. Mas sei que muita gente fica meio pra baixo com esse dia e por não ter com quem comemorar. Aí pra piorar as coisas entramos nas redes sociais e vemos todos aqueles casais lindos e maravilhosos celebrando a vida e perguntamos: o que há de errado comigo?
Eu juro que fiz essa pergunta há uns dois dias pra uma das minhas melhores amigas e ela me falou o que uma boa amiga fala né: Nat, você é linda, charmosa, simpática etc etc. Fez bem pro meu ego, claro.
A verdade é que na maioria dos dias me sinto assim, ou pelo menos me forço a me sentir maravilhosa. É bom se olhar e falar isso pra si. Não é se achar não, é se empoderar.
Mas aí acontecem algumas situações relacionadas a amores passados que mexem com a gente, porque não somos de ferro. E aí meu bem, é um pote de Nutella que vai pra dentro, um pacote de M&M. Parece clichê, mas é clichê por um motivo.
Que que eu quero dizer com isso tudo? Tem dias que vamos nos sentir divas maravilhosas e tem dias que não. E tudo bem. No dia que não to me sentindo diva maravilhosa faço o papel também. Pijama velho, meia, chinelo e chocolate. Que se dane!
Mas aí passa…aí dá vontade de malhar, de ver gente, de se arrumar e é isso aí.
Sou muito grata pelas amigas que tenho com as quais posso entrar em desespero, sofrer por aquela coisa específica ou não, e depois retomar as energias.
Fica mais uma reflexão…acho que não cabia escrever sobre batons, ou séries ou outras coisas hoje, então aproveitei o dia dos namorados pra jogar reflexão pra vocês.
Um beijo enorme
se curtam porque todo dia é nosso dia
Nat

Cabelo curto: yay ou nay

Oi gente, tudo bom?
Estou nesse momento sem muita idéia do que postar, então resolvi que escreveria sobre cabelos curtos. Pelo simples fato de eu ter cortado o meu cabelo, simples assim.
Cortei meu cabelo faz mais ou menos um mês e vou confessar que nunca estive tão feliz com um corte de cabelo na minha vida rs.
Engraçado que há dez anos atrás um cabeleireiro cortou meu cabelo do mesmo tamanho que está agora e eu odiei tanto, mas tanto que usei meu cabelo preso durante MUITO tempo.
E agora você vê, fui ao salão e pedi pra ela cortar desse tamanho. Muito doido, né?
Só sei que desde que eu cortei o cabelo estou mais segura na cozinha, estou mais segura com meu estilo, me sinto muito mais bonita, muito mais poderosa e nunca fui tão elogiada na minha vida.
O que me deixa feliz é que eu queria muito ter esse cabelo e cortei e ficou um arraso. Sabe aquela sensação de que seu instinto estava certo? MARAVILHOSO.

Me inspirei no cabelo da youtuber de beleza Jaclyn Hill, e numa outra chamada CCcLARKE. Fiquei apaixonada pela forma que elas usavam o cabelo e quis fazer igual. E adorei!

Mas o que quero dizer com esse post? Me deparei com diferentes reações em relação ao meu corte de cabelo. De um homem o comentário foi “Prefiro cabelo comprido”. De amigas “não tenho coragem” . Isso me faz pensar. A gente fica com medo de fazer mudanças no corpo, no cabelo, nas unhas que seja…..mas por que?

Mulher tem que ter o cabelo que quer. É esse cabelo que vai fazer ela sentir-se mais bonita e isso contagia…contagia mesmo. Da mesma forma maquiagem e da mesma forma corpo. É sempre importante falarmos sobre essas coisas, pois exige da gente pensar, desconstruir, e quem sabe descobrir novos desejos.

O meu cabelo mais curto me deu uma confiança que eu nunca imaginei na vida. Parece bobo escrever isso aqui, mas não é. Não vamos deixar de fazer nada por medo do que os outros vão pensar. Se não machuca a você ou alguém, tá valendo.

Deixo aqui só uma reflexão mesmo. Como diz uma das minha grandes ídolas “You are enough”.

Bjos com inspiração

Nat

Canais sobre gordos

Sim, você leu certo. O título é esse aí mesmo.

Nesses últimos dias, eu que sou rata de Youtube tenho visto muitos canais sobre gordofobia, gente gorda, amor-próprio, auto-estima.

Foi até assustador perceber o quanto estamos sempre aprendendo né?

Tanta gente nesse mundo, tanta gente de todas as cores, formatos, alturas e somos todos humanos. Então achei bacana divulgar 3 canais que mais assisti aqui e com os quais tenho aprendido muito.

Nós somos suficientes!

O post de hoje vai ser curtinho mas se você tiver a chance de ver algum desses vídeos das meninas tenho certeza que vai aprender muito

https://www.youtube.com/channel/UC2LQ5jMieMZjb5k5Gprp2JQ -> Alexandrismos

https://www.youtube.com/channel/UCVEVuanoMK9tGclfWLghaKw -> Tá querida

https://www.youtube.com/channel/UClCrqmyQkVlQO9SJA3MZ0kA -> Barbara Cavalcante

 

Vale a pena mesmo!

 

 

13 Reasons Why

 

O que falar de 13 Reasons Why, nova série original da Netflix baseada no livro “Os 13 porquês”? A série tem Selena Gomez como produtora executiva, e se você está se perguntando se vale a pena assistir, a resposta é SIM!

Diferentemente de Stranger Things, que eu achei ok, e só teve aquela hype toda, grande parte por causa da brilhante jogada de marketing da Netflix, 13 Reasons é, provavelmente, o melhor lançamento do ano da plataforma. Além de muito bem produzida e dirigida, a série que, aparentemente parece ser um drama teen, fala sobre temas sérios e atuais que precisam ser abordados, como bullying, abuso sexual, machismo, sexismo, violência sexual, homofobia, entre outros..

Sem dar muitos spoilers, 13 Reasons conta a história de Hannah Baker (Katherine Langford), uma adolescente que decide tirar a própria vida. Porém, antes disso, ela grava 13 fitas, cada uma sobre as pessoas que de alguma forma colaboraram para que ela chegasse ao ponto de cometer suicídio. A série é contada sob o ponto de vista de Clay Jensen (Dylan Minnette), amigo de Hannah. A estrutura de cada episódio uma fita é bom, causa aquele suspense, porque você sempre quer saber o que acontece na próxima fita. E também dá uma certa agonia, porque você começa a se perguntar: “Por que ele não escuta tudo logo de uma vez??!”. E mais, por que o Clay é um dos porquês se ele é um cara tão bonzinho e bacana??

No desenrolar da história, é interessante ver a evolução do Clay, um menino tímido, caladão, que vai tentando fazer justiça pelas coisas que aconteceram com a Hannah, por quem ele era apaixonado. Ao mesmo tempo, podemos ver porque Hannah toma sua drástica decisão. O jogo entre passado e presente com os flashbacks é muito bem feito. Para quem fica perdido em How to Get Away With Murder, como eu, isso não acontece em 13 Reasons.

Enfim, Os 13 porquês é uma daquelas séries que te prende desde o primeiro episódio. Eu amei demais. Achei que eles abordaram todos os temas polêmicos muito bem. É uma história extremamente tocante e comovente que, além de entreter, nos faz refletir sobre o modo com o qual tratamos as pessoas. E também mandam um alerta para todas as pessoas que possam vir a se identificar com a protagonista de que sim, existe outra saída. Procure aconselhamento, ajuda de amigos, família… o suicídio nunca será sua melhor ou única escolha.

Então, se você ainda não viu, corre!! Vale a pena!

2017: Make it happen

Quem nunca fez uma listinha de metas para o ano novo e depois esqueceu de cumprir, ou se enrolou com a má administração do tempo?
Exatamente por esse motivo, eu resolvi investir pelo segundo ano em um planner. Apesar do precinho salgado, papelaria fina é um dos meus pontos fracos, depois de maquiagem, é claro.
O planner escolhido foi o da Paperview, como comprei na Black Friday, paguei a metade do preço (R$ 282,00).
Mais que uma simples agenda, planners são ótimos para te ajudar a manter os projetos em dia e a planejar e organizar seu ano, mês, semana e dia, como o próprio nome já diz. Além disso, o planner é totalmente personalizado, vem com um Daily Satétile, que é ótimo para carregar na bolsa para fazer anotações importantes, adesivos fofos e cartões personalizados.
Que estiver procurando por versões mais em conta, vale a pena conferir a Evertop e o MyPlanner.

Agora é só se organizar, planejar e não esquecer de colocar todos os projetos em ação 🙂

 

 

Precisamos falar sobre: Lemonade

Esse foi um final de semana de muitas emoções, principalmente por causa das estreias de Lemonade e a sexta temporada de Game of Thrones. Mas, hoje, vamos focar na Queen Bey. GOT já é assunto para outro post.

Lemonade é o nome do sexto álbum de estúdio de Beyoncé. Disponível no Tidal, iTunes e Amazon, são 12 faixas e um projeto visual de 1h05mim. Descrito como um “projeto conceitual baseado na jornada de auto conhecimento e cura de todas as mulheres”, o álbum nos introduz a uma artista que além de arrasar nos palcos, também passa por momentos de dúvidas, fraquezas e até problemas conjugais. Parece que alguém tem mais de 99 problems…

Seguindo a linha de FORMATION, lançada em fevereiro, Lemonade tem muitas mensagens políticas e sociais, empoderamento feminino, e a valorização da cultura afro-americana. Assistir e ouvir Lemonade é como ler o diário de Bey. Melhor álbum dela, sem dúvida!

Agora é só aguardar pela turnê, que tem início no dia 27/04 (amanhã!!!), para saber como Lemonade será apresentado ao vivo e ver Queen Bey slaying!!

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 

Oscars 2016

Ontem foi a grande noite da premiação mais esperada de Hollywood. Entre os destaques da premiação,  “Mad Max” levou várias categorias técnicas, merecidamente. Alicia Vikander ganhou o Oscar de melhor atriz coadjuvante. E Brie Larson, melhor atriz, por sua atuação em “O quarto de Jack”. “Spotlight” foi o longa vencedor da noite. E por fim, Leonardo Dicaprio finalmente foi premiado pela Academia. Preferia o Eddie Redmayne que está maravilhoso em “A garota Dinamarquesa”. Vale a pena conferir.

Enfim, é chegada a hora dos melhores looks do tapete vermelho:

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Para fechar com chave de ouro:

henry-cavill-oscars-2016-academy-awards michael-fassbender-oscars-2016-academy-awards ryan-gosling-3-mc-eefb63d3d8744e9b386c047e3a3fa9e6

xo
Thai

Translate »